Grândola, Vila Morena

de Zeca Afonso

(Cette chanson qui était interdite par le régime fut diffusé sur Radio Renascença pour signaler le début de l'insurrection au Portugal en 1974)

Paroles : Grândola, vila morena / Terra da fraternidade / O povo é quem mais ordena / Dentro de ti, ó cidade

Dentro de ti, ó cidade / O povo é quem mais ordena / Terra da fraternidade / Grândola, vila morena

Em cada esquina, um amigo / Em cada rosto, igualdade / Grândola, vila morena / Terra da fraternidade

Terra da fraternidade / Grândola, vila morena / Em cada rosto, igualdade / O povo é quem mais ordena

À sombra duma azinheira / Que já não sabia a idade / Jurei ter por companheira / Grândola, a tua vontade

Grândola a tua vontade / Jurei ter por companheira / À sombra duma azinheira / Que já não sabia a idade